artigo_cooperativismo

2018 nasceu para grandes conquistas!

E 2018 chegou! E com ele chegaram as esperanças renovadas, o sentimento de coragem para desbravá-lo, novas metas a serem alcançadas e o compromisso de fazer deste novo ano o melhor até aqui.

Há quem coloque no papel os seus projetos, as suas metas, os sonhos para, durante o ano, com atitudes assertivas, conquistá-los. E como indivíduos inseridos em uma sociedade devemos fazer o mesmo.

O ano que passou nos apresentou desafios no aspecto político – com infindáveis denúncias de corrupção –, e no econômico, principalmente com os índices de desemprego.

Na política, se por um lado os escândalos foram diariamente noticiados, por outro, ações efetivas de investigação e combate à corrupção também não pararam. Inúmeras pessoas foram investigadas, denunciadas, presas e até condenadas. A indignação do povo demonstrou que a sociedade está mais atenta à conduta de seus representantes.

No setor econômico, saímos da estagnação e começamos a caminhar para deixar, de uma vez por todas, a crise para trás. Prova disso são os dados divulgados pelo relatório da Focus, que apontam uma estimativa de crescimento de 1% em nosso PIB (Produto Interno Bruto), em 2017. É pouco. Mas é um movimento para frente.

Sei que mal colocamos o pé em janeiro, mas já é hora de lembrarmos que estamos em ano de eleição. E é nesta hora que a população mostra sua força, pois dependerá do voto o futuro do Brasil para os próximos quatro anos. E diante do que vivemos até aqui, a escolha criteriosa por pessoas idôneas, sem envolvimento com atos ilícitos se faz mais do que necessária. Portanto, votar será, mais do que nunca, um ato patriótico.

É preciso conclamar amigos, parentes, para atitudes que apontem para a solução e não para a omissão. E isso está nas mãos de cada um de nós.

Já no setor econômico, nossa tarefa é reconquistar a estabilidade, retomar a credibilidade e trabalhar para uma crescente diminuição do desemprego. Um país com os atuais índices de desemprego não pode se desenvolver econômica e principalmente socialmente.

Acredito que teremos um ano próspero, mas também de muito trabalho e desafios a serem superados. Mas também estou certo de que, se unirmos todas as mãos, poderemos chegar ao fim deste ciclo com vitórias significativas e a certeza de que somos um país forte, aguerrido e de um povo que jamais foge à luta.

Davi Zaia
Deputado Estadual – PPS

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar?
Contribua com sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *