DZG (50) 2017

Brasil rico em desigualdade social

Os franceses não são tão ricos quanto os brasileiros. Pelo menos não os considerados ricos. A recente pesquisa feita pelo World Wealth and Income Database, e codirigida pelo economista Thomas Piketty, analisou o 1% das pessoas mais ricas dos dois países e concluiu que, enquanto no Brasil, a renda média desses cidadãos é de 541 mil dólares ao ano, na França, os valores vão de 450 mil a 500 mil dólares anuais.*

No Brasil, enquanto esse seleto grupo de cerca de 1,4 milhão de pessoas somam grandes cifras em seus cofrinhos, a renda média da população não chega a 20 mil dólares por ano.

Estou compartilhando alguns dos dados de uma pesquisa complexa que vem reiterar o que já é de nosso conhecimento: o Brasil é um país desigual. Poucos acumulam muito enquanto a grande maioria “se vira” como pode. E isso para não entrarmos na seara da diferença existente quando comparamos a renda entre homens e mulheres e entre brancos e negros.

É fato que a recessão pela qual passamos e a crise que não está totalmente superada, embora já tenhamos saído da estaca zero, contribuiu para acentuar esse cenário. Mas a verdade é que pouca coisa mudou ao longo dos últimos 10 anos dentro dessa temática.

A falta de políticas públicas consistentes em favor da melhoria da qualidade de vida da população e o empenho de alguns agentes políticos em focar em seus próprios interesses contribuem para tamanha desigualdade.

Contudo, não podemos desconsiderar a pesada carga tributária praticada no Brasil, que se baseia principalmente na taxação sobre o consumo.

Ou seja, na prática, embora o rico ganhe infinitamente mais do que o pobre, ambos arcam com o mesmo valor em impostos. E, enquanto para o rico a tributação chega a ser insignificante, para o pobre trabalhador o peso fiscal torna cada vez mais dificultosa a arte de viver dignamente.

Não é uma tarefa fácil amenizar os impactos da desigualdade em nosso país. Tampouco se pode acreditar em “salvadores da pátria” ou em soluções relâmpago. Acredito, porém, que podemos somar esforços para discutir com a sociedade e criar mecanismos que garantam melhores condições de vida ao povo brasileiro. Esse é o grande desafio. E para isso, vamos trabalhar!

Davi Zaia
Deputado Estadual – PPS

* Fonte: http://m.folha.uol.com.br/mercado/2017/10/1931198-renda-media-dos-brasileiros-ricos-e-maior-que-a-dos-franceses.shtml

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar?
Contribua com sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *